Brasil vai propor regras globais de governança da Internet

O Brasil está definido para apresentar uma proposta de Bill Internet global de Direitos numa importante conferência sobre o assunto no final deste mês.

Segurança; Casa Branca nomeia primeiro CIO Federal de Segurança; Segurança; Pentágono criticado por resposta cyber-emergência por watchdog governo; segurança; Chrome para iniciar conexões HTTP rotulagem como não segura; segurança; O Projeto Hyperledger está crescendo a todo o vapor

Um membro do conselho do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) e pioneiro da Internet no Brasil, Demi Getschko, disse ao jornal O Estado de São Paulo, que a proposta se baseia em um documento criado anteriormente pela entidade, que descreve os princípios para a Web usar e governança e também foi usado como base para; Marco Civil da Internet no Brasil.

Getschko acrescentou que as sugestões recentemente elaborados para um modelo de governança global são uma “versão simplificada” do documento CGI.br original e será apresentado na NETmundial, um encontro global de vários intervenientes sobre o futuro da Internet, que terá lugar no dia 23 de abril e 24.

Um porta-voz CGI.br disse ao site que o manifesto “orientará as discussões em NETmundial” e que o projecto será submetido a uma validação adicional pela comissão de eventos antes de sua divulgação em 14 de abril.

A proposta vai efetivamente ser uma compilação das sugestões mais relevantes de um total de 188 inscrições recebidas até 46 países diferentes, de acordo com o comitê de direção. As sugestões foram enviadas por representantes da sociedade civil, setor privado, academia e da comunidade global de tecnologia, com observações sobre os dois tópicos que serão abordados, “Princípios de Governança da Internet” e “Um Roteiro para o desenvolvimento futuro do Ecossistema de Governança da Internet.

A criação de padrões globais de governança da Internet; é suportado por muitos formadores de opinião de todo o mundo, incluindo a World Wide Web inventor Tim Berners-Lee, que afirmou: “passando o Marco Civil, o Brasil vai cimentar a sua reputação orgulhoso como um líder mundial na democracia e do progresso social e vai ajudar a inaugurar uma nova era – aquela em que os direitos dos cidadãos em todos os países ao redor do mundo estão protegidos por contas digitais de direitos.

Ontem (3) presidente do Brasil, Dilma Rousseff disse no Twitter destacou o apoio do criador da Web e acrescentou que ela considera o Marco Civil “uma ferramenta da liberdade de expressão, privacidade individual e respeito pelos direitos humanos.”

Depois de anos de disputas; o Marco Civil foi aprovado pelo Congresso câmara baixa na semana passada, e agora precisa ser aprovado pelo Senado. Ativistas e políticos que suportam a criação do quadro Internet estão fazendo lobby para o Bill para ser votado antes NETMundial ocorre.

Atualizado 18:10 EDT para adicionar detalhes da proposta, data de lançamento.

Casa Branca nomeia primeiro Chief Information Security Officer Federal

Pentágono criticado por resposta cyber-emergência por watchdog governo

Chrome para iniciar conexões HTTP rotulagem como não segura

O Projeto Hyperledger está crescendo a todo o vapor